Facebook

Ensino Fundamental - I Ciclo - 1º ao 5º ano

Atividades Curriculares

O ensino fundamental do Colégio Moraes Rêgo está centrado nos princípios da metodologia Montessoriana – uma visão construtivista que considera os conhecimentos prévios dos alunos como base para o estabelecimento de relações com o que estão aprendendo.

O professor/facilitador de aprendizagem cria condições para que os alunos façam as associações entre o conhecimento novo e as concepções e significados que já têm construídos.

Diante da certeza de que os alunos trazem consigo uma série de hipóteses e teorias sobre si, sobre o mundo e sobre as relações existentes entre o eu e o outro, o eu e o mundo e o eu e o outro no mundo, cabe ao professor proporcionar momentos nos quais eles, os alunos, troquem suas representações e pressuposições pelo conhecimento das ciências.

Ciente dos conhecimentos prévios dos alunos e dos objetivos que quer alcançar, o professor estimula os educandos a partilharem da experiência de descobrir, em grupo, como o mundo funciona em relação ao conteúdo proposto para ser aprendido. Essa procura de respostas precisa ser disciplinada, considerando as questões lógicas e metacognitivas.

Propor aos alunos atividades que permitam realizar reflexões de natureza metacognitiva consiste em oportunizar momentos em sala de aula nos quais eles possam tomar consciência do seu processo de aprendizagem. É necessário, para tanto, que eles, os alunos, aprendam o que é aprender, o que estão fazendo para aprender e o porquê.

No Colégio Moraes Rêgo assumimos uma prática didática que considera questões lógicas, isto é, práticas que possibilitem o desenvolvimento e o fortalecimento das habilidades de raciocínio e do pensamento crítico dos alunos. Deixamos claro que as habilidades de raciocínio são as competências que desenvolvemos para realizar diversas operações dedutivas e indutivas, bem como formular questões, dar razões, construir definições, classificar, seriar, exemplificar, formar conceitos.

Além dessas questões, o professor estará sempre atento aquelas que pertencem aos campos da ética e da estética, propiciando aos alunos situações para refletirem sobre as razões que levam as pessoas a formularem conceitos de julgamento – certo/errado, justo/injusto, bom/ruim, belo/feio, etc.

Ao levar em consideração todos esses aspectos, surge imediatamente a necessidade de contextualizar as discussões em sala de aula, a fim de não privar o aluno de vivenciar o processo de construção desse conhecimento.

Para garantir a contextualização dos conteúdos abordados e dos temas transversais, o professor contempla o princípio da interdisciplinaridade, na medida em que procura estabelecer com seus alunos a teia de relações existentes entre os conteúdos das diversas áreas do conhecimento. Ao determinar essas relações, professor e alunos evitam a visão compartimentada da realidade. Dessa forma, adotando práticas didáticas que favoreçam projetos de trabalho interdisciplinares, o professor amplia as possibilidades dos alunos de desenvolverem suas habilidades e competências cognitivas, sociais e afetivas, e integra os campos do conhecimento ao relacioná-los às questões da atualidade.

O Colégio Moraes Rêgo, consciente de que os significados que são dados às coisas são contextuais e que, quando se suprime o conhecimento do contexto suprime-se na verdade, o conhecimento do significado, propõe aos seus professores considerar a importância da linguagem para a constituição desses significados e a organização do pensamento.

Assim, as aulas possibilitam o diálogo reflexivo e a manifestação das representações construídas pelos alunos nas diversas formas de expressão da linguagem, tais como: o texto verbal, a dramatização, o desenho, etc.

A abordagem metodológica dos conteúdos é proposta a partir dos grandes tópicos em direção às partes mais significativas que os compõem.

É levada em consideração também, as diferenças individuais dos alunos, e para favorecer a aprendizagem, um mesmo conteúdo é abordado por meio de atividades diversificadas.

A relação ética entre o professor e aluno é primordial. Dele é a responsabilidade final de estabelecer estratégias que irão orientar e motivar os alunos para a construção de conhecimentos cada vez mais autocorretivos e produtivos. Para tanto, o professor planeja e estabelece objetivos que tenham diferentes durações e níveis de abrangência.

Voltar

Colégio Moraes Rêgo

SEPS 706/906 Conjunto A | Asa Sul
Brasília - DF | (61) 3242-9087